domingo, março 8

Notável...



"Uma forma que posso dizer...que está dentro daquilo que poderei chamar...como hei-de dizer...real"!
Ora nem mais: é notável a dificuldade de se classificar a javardice que constitui esta obra.

1 comentário:

Borboleta disse...

Olá, passei para conhecer seu espaço, abraços.
Borboleta


GEOGRAFIA DA FOME

"Xiquexique, mucunã
Raiz de imbu e colé
Feijão brabo, catolé
Macambira, imbiratã
Do pau-pedra e caimã
A parreira e o murão
Maniçoba e gordião
Comendo isso todo dia
Incha e causa hidropsia
Foge, povo do setão"


"Marchemos a encarar
Trinta mil epidemias
Frialdade, hidropsia,
Que ninguém pode escapar.
Os que vão para o brejo vão
Morrem de epidemia
Sofrem fome todo dia
Os que ficam no sertão"

Josué de Castro