quarta-feira, setembro 30

A próxima jogada



Durante toda a campanha do PS Açores, fomos sendo bombardeados televisivamente com uma figura que à semelhança do emplastro, apareceu sistematicamente ao lado de Ricardo Rodrigues, abanando afirmativamente a cabeça em total subserviência ao cabeça de lista do PS.
Cheguei até a desconfiar que fosse namorada do camera-men, já que contrariamente ao ensinado no curso de cinema, o orador e personagem principal das peças (Ricardo Rodrigues) raramente aparecia em grande plano no centro da imagem, mas sempre a um lado, partilhando o écran com esta personagem secundária.
Investigada a situação, constata-se que era a nº 4 da lista (Lisa Garcia)
É de estranhar que na campanha regional do PS, raramente apareceram o nº 2 (Fagundes Duarte) ou nº 3 (Luísa Santos) da lista, ao lado de Ricardo Rodrigues, em detrimento do nº4 (praticamente não elegível).
Mais estranho ainda foi a ausência de Luísa Santos e de Fagundes no discurso de vitória de Carlos César, assistindo-se desta vez à insistência de Ricardo Rodrigues, em directo para que a nº 4 (já confirmada como não eleita), figurasse ao seu lado e de César!!!
Será caso para pensar que esta desmedida necessidade de mostrar ao público a imagem da nº 4 da lista, mesmo que não eleita, e em detrimento (desprezo?) dos nºs 2 e 3, tem segundas intenções:
Será que Fagundes e Luísa Santos foram apenas meros joguetes sem importância partidária, para cativar votos na Terceira e Faial (de onde são originários?).
Sendo certo (e de fonte familiar) que desde o início que não está nos planos de Luísa Santos mudar-se para Lisboa, este poderá ter sido um golpe palaciano, para conquistar votos, e com a tarefa cumprida, a directora Regional do Desporto abdicará em favor de Lisa????
Ou será que antevendo as próximas eleições regionais e a passagem de testemunho de Carlos César para Ricardo Rodrigues no comando do PS, obrigarão este último a deixar a Assembleia Nacional sendo substituído pela sua discípula???
Uma coisa é certa...esta insistência em mostrar Lisa Garcia não será por acaso e muito provavelmente insere-se no jogo de propaganda não verbal e manipulação branqueada da opinião pública, em que o PS é exímio.Esta poderá ser apenas mais uma teoria da conspiração...só o tempo o dirá!!!

1 comentário:

Rui disse...

Ou, se amanhã ou depois, virmos o dr Ricardo Rodrigues assumir o ministério da justiça, passa a n.4 a deputada.